As ações da Netflix caíram 2,4%, para US$ 281,38 (R$ 1.466 na cotação), no início da manhã de hoje (20), depois que o “Wall Street Journal” publicou dados sobre o primeiro mês do plano com anúncios da gigante do streaming, acumulando preocupações crescentes de que o novo serviço não será uma cura para os resultados financeiros da Netflix.

Os assinantes do plano mais barato com anúncios representaram 9% dos novos usuários da Netflix no mês passado, de acordo com dados da empresa de análise Antenna, que foram compartilhados com o WSJ. Além disso, 43% dos que escolheram esse plano já eram assinantes do canal.

Apenas 0,2% dos usuários norte-americanos da Netflix estavam no serviço de publicidade no final de novembro, segundo a Antenna.

A gigante do streaming relatou um total de 73,4 milhões de assinantes nos EUA e no Canadá, no trimestre encerrado em 30 de setembro. Assumindo que a proporção de usuários com anúncios no Canadá também seja de 0,2%, isso significa que havia cerca de 147.000 assinantes com o novo plano no final de novembro.

Isso deixa a Netflix com um desafio significativo para atender às expectativas dos investidores: Doug Anmuth, analista do JPMorgan Chase, previu que haveria 7,5 milhões de assinantes norte-americanos e canadenses até o final de 2023, representando cerca de US$ 600 milhões (R$ 3,126 bilhões) em receita e 5% de crescimento total de assinantes.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

Membership

An active membership is required for this action, please click on the button below to view the available plans.

pt_BRPortuguese