No início da pandemia, quando pessoas confinadas em suas casas passaram a fazer mais pedidos online, surgiu um novo tipo de bilionário: o magnata do delivery.

Um exemplo claro disso são os três cofundadores da DoorDash, com sede em São Francisco, que acumularam fortunas de US$ 2,5 bilhões ou mais no período.

Outro exemplo é Jitse Groen, fundador do rival europeu Just Eat Takeaway.com, que acumulou uma fortuna em cerca de US$ 1,5 bilhão.

Essas riquezas têm ficado cada vez mais distantes à medida que o mundo volta a se alimentar em restaurantes em vez de pedir comida por sites e aplicativos. Com o movimento, a participação de Groen caiu para US$ 350 milhões, enquanto Andy Fang e Stanley Tang, da DoorDash, já não são mais bilionários. Segundo o Bloomberg Billionaires Index, o patrimônio líquido do CEO Tony Xu caiu para US$ 1,1 bilhão.

Outros também sofreram “reversões”, como Will Shu, da Deliveroo, cujas participações na empresa caíram de US$ 620 milhões em agosto para US$ 150 milhões agora.

“O fim das medidas de restrição nos mostrou os limites da entrega de alimentos”, disse Mott Smith, CEO da Amped Kitchens. Depois de registrar grandes ganhos em 2020 e em grande parte do ano passado, a queda nos preços das ações de grandes empresas de entrega de alimentos foi rápida e implacável, perdendo mais de US$ 100 bilhões em valor de mercado.

E enquanto a maioria ainda está conseguindo aumentar a receita, esse crescimento se estabilizou drasticamente em relação ao aumento de 2020.
A recente desaceleração do mercado e a inflação persistente também estão corroendo as economias dos consumidores, reduzindo o poder de compra.

“O fundo é muito difícil de achar”, disse Diana Gomes, analista da Bloomberg Intelligence. “O setor nunca experimentou uma combinação tão alta de inflação e incertezas sobre o novo normal.”

O foco agora é o corte de custos, com os investidores pressionando as empresas a gerar dinheiro em vez de gastar para aumentar a participação no mercado. As ações da Just Eat subiram 12% após a divulgação de um comunicado nesta semana. O fundador do Grubhub, Matt Maloney, disse considerar recomprar o negócio apenas um ano depois de vendê-lo para a Just Eat por US$ 7,3 bilhões.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

Membership

An active membership is required for this action, please click on the button below to view the available plans.

pt_BRPortuguese