A Bunge, empresa multinacional do ramo do agronegócio, divulgou seu relatório de sustentabilidade, cujos resultados superaram as metas estabelecidas em 2018, quando assumiu o compromisso de não desmatamento.

Fazendo uso do programa “Parceria Sustentável”, a empresa monitora 64% das lavouras de soja de sua cadeia de suprimentos no Cerrado brasileiro, superando a meta de 50% estabelecida para 2022.

O programa foi lançado em 2021 e utiliza serviços de imagem geoespacial para monitorar os fornecedores, assim, é possível garantir que as parcerias estão dentro das normas corretas preestabelecidas, evitando o trabalho infantil e o desmatamento de áreas preservadas, por exemplo. 

A Bunge afirma que deve incluir no programa maior acesso a ferramentas e dados de monitoramento digital.

Mas o cuidado que a Bunge tem com ética e idoneidade ultrapassa fronteiras. A empresa desenvolve programas semelhantes em outros países com risco de desmatamento, como Paraguai, Argentina e regiões produtoras no sudoeste asiático. 

De acordo com Rob Coviello, VP global de sustentabilidade e assuntos governamentais da Bunge, nossa estratégia de negócios é construída em torno da crescente necessidade de nossos clientes e parceiros de fornecer soluções de baixo carbono para o mundo”.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

Membership

An active membership is required for this action, please click on the button below to view the available plans.

pt_BRPortuguese