Hoje, o Conselho Nacional Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária (Conar) deu início a um processo de investigação sobre o vídeo da Volkswagen que utiliza a tecnologia deepfake para recriar a famosa cantora Elis Regina. A campanha publicitária da AlmapBBDO ganhou grande repercussão na semana passada, sendo destacada como um exemplo positivo de aplicação do deepfake na publicidade. Essa tecnologia, por muito tempo associada a notícias falsas e golpes na internet, está encontrando novos usos considerados benéficos.

Intitulada “O Novo Veio De Novo”, a campanha celebra os 70 anos da marca automotiva e apresenta uma recriação de Elis Regina, falecida em 1982, ao lado de sua filha, Maria Rita, cantando o sucesso “Como Nossos Pais”. O órgão regulador afirmou que “os consumidores questionam a ética do uso de ferramentas tecnológicas e Inteligência Artificial (IA) para trazer de volta à vida uma pessoa falecida, como foi feito na campanha, especialmente no que diz respeito aos princípios de respeito à personalidade e à existência da artista, bem como à veracidade.”

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

Membership

An active membership is required for this action, please click on the button below to view the available plans.

pt_BRPortuguese