Em uma medida inédita, que forçará a Apple a migrar para carregadores USB-C para seus próximos iPhones, o Parlamento Europeu votou na terça-feira, de forma expressiva, a favor da aplicação de um padrão de carregador comum para todos os dispositivos móveis vendidos no bloco até o final de 2024.

A lei foi aprovada com uma votação esmagadora de 602 a 13, de acordo com um comunicado de imprensa da UE. Pelas novas regras, todos os telefones celulares, tablets e câmeras vendidos na UE deverão ter uma porta de carregamento USB tipo C até o final de 2024 e todos os laptops até 2026.

A União Europeia argumenta que isso garantirá que as pessoas precisem carregar apenas um único carregador para todos os seus dispositivos, reduzindo assim o lixo eletrônico. 

As portas de carregamento USB tipo C são amplamente utilizadas em quase todos os smartphones Android atualmente vendidos no mercado, juntamente com os iPads e Macbooks da Apple.

As regras agora terão que ser aprovadas pelo Conselho da UE antes de serem transformadas em lei, mas espera-se que a aprovação seja uma formalidade.

O comunicado de imprensa observa que a lei também padronizará o carregamento rápido em todos os dispositivos que o suportam, mas não está claro qual padrão será adotado. 

Atualmente, fabricantes de smartphones como Xiaomi e chips como Qualcomm implementaram seus próprios padrões proprietários para carregamento rápido em vários dispositivos. 

Atualmente, o USB-PD (Power Delivery) é o padrão mais versátil atualmente usado por empresas como Apple, Google, Samsung e outros, tornando-o o candidato mais provável para o mandato de padronização da UE.

Desdobramento da decisão

A primeira decisão foi tomada em junho deste ano. No dia 7 daquele mês, os legisladores europeus definiram que, até o terceiro trimestre de 2024, todos os telefones celulares, tablets e câmeras vendidos na União Europeia devem estar equipados com a mesma entrada USB-C para carregamento com fio.

O requisito – inédito no mundo – será aplicado a uma série de dispositivos, incluindo smartphones, fones de ouvido, dispositivos de leitura, consoles de jogos portáteis, alto-falantes portáteis e tablets “independentemente de seu fabricante”. 

Ele também garantirá que a velocidade de carregamento seja “harmonizada”, permitindo que os dispositivos sejam carregados à mesma velocidade com qualquer carregador compatível.

Os fabricantes de laptops também devem obedecer essas regras, embora tenham mais 40 meses para fazer a mudança depois de elas entrarem em vigor. 

Thierry Breton, comissário da UE para o mercado interno, comemorou as novas regras como uma vitória para os consumidores e um passo importante para reduzir o lixo eletrônico, segundo a Bloomberg.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

Membership

An active membership is required for this action, please click on the button below to view the available plans.

pt_BRPortuguese