Um avanço extraordinário foi alcançado por pesquisadores da Osaka Metropolitan University, no Japão, como descrito em seu estudo publicado recentemente na prestigiosa revista científica The Lancet Digital Health. Eles revelaram a descoberta de uma inovadora inteligência artificial (IA) capaz de classificar com precisão as funções cardíacas e identificar doenças cardíacas valvulares a partir de radiografias simples do tórax.

Tradicionalmente, o diagnóstico de doenças cardíacas valvulares é realizado por meio de ecocardiogramas. Enquanto isso, as radiografias de tórax são comumente utilizadas para detectar doenças, principalmente pulmonares. Até então, pouco se sabia sobre a capacidade das radiografias de tórax em detectar a função ou doença cardíaca. No entanto, a nova IA se baseia justamente nessas radiografias.

Para tornar a IA funcional, a equipe de pesquisa coletou dados de um impressionante total de 22.551 radiografias de tórax, acompanhadas por 22.551 ecocardiogramas. No total, quase 17 mil pacientes foram envolvidos nessa abrangente análise. O modelo foi treinado para aprender as características que conectam esses dois conjuntos de dados.

IA surpreendente identifica doenças cardíacas

Conforme demonstrado pelos estudos, essa tecnologia inovadora foi capaz de categorizar de maneira precisa seis tipos selecionados de doenças cardíacas valvulares. Essas doenças são caracterizadas pelo mau funcionamento de uma das quatro válvulas cardíacas responsáveis por manter o fluxo sanguíneo normal na direção adequada através do coração.

Alguns casos requerem a realização de cirurgia cardíaca valvular como tratamento para a condição. As doenças valvulares cardíacas mais comuns que exigem cirurgia são a doença da válvula aórtica e a doença da válvula mitral.

“Levamos um tempo considerável para chegar a esses resultados, mas acreditamos que esta pesquisa seja de grande relevância. Além de aprimorar a eficiência dos diagnósticos médicos, esse sistema pode ser utilizado em áreas carentes de especialistas, em situações de emergência noturnas e para pacientes com dificuldade de realizar um ecocardiograma”, afirmam entusiasmados os pesquisadores responsáveis pelo artigo científico.

Cardiologia: um campo em constante evolução tecnológica

Já ficou claro que a cardiologia é um campo que se beneficia do progresso tecnológico. Um exemplo de inovação nessa área é o programa TeleCardio, uma ferramenta avançada de suporte desenvolvida para facilitar a tomada de decisões em casos de emergências cardiológicas, que são frequentes na rotina agitada das salas de emergência.

Não faltam aplicativos voltados para auxiliar as pessoas a obter informações sobre cardiologia. A própria Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) desenvolveu seu próprio aplicativo, que concentra as principais publicações em um único local.

E, como vimos agora, a IA também tem se tornado uma valiosa aliada da cardiologia. Esperamos ansiosamente pelos próximos estudos, que certamente contribuirão cada vez mais para a melhoria da qualidade de vida dos pacientes.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

Membership

An active membership is required for this action, please click on the button below to view the available plans.

pt_BRPortuguese