A Justiça dos Estados Unidos ouvirá na terça-feira (19) os argumentos do Twitter a favor de um julgamento em setembro contra Elon Musk.

O processo busca forçar o bilionário a concluir o acordo de compra da empresa por US$ 44 bilhões (cerca de R$ 237 bilhões na cotação desta sexta-feira).

A data da audiência foi marcada pela juíza Kathaleen McCormick, chanceler do Tribunal de Chancelaria de Delaware. A sessão vai durar 90 minutos e começará às 12h (no horário de Brasília) em Wilmington.

Os advogados de Musk pedem que o caso seja analisado apenas em fevereiro de 2023 e afirmam que o julgamento vai demorar mais do que quatro dias, como aponta o Twitter. A alegação é de que será preciso mais tempo para realizar analisar grandes conjuntos de dados da rede social.

O Twitter abriu o processo contra Musk na última terça-feira (12), quatro dias depois de o bilionário anunciar que estava desistindo do negócio. Ele alega que a empresa violou os termos ao não responder pedidos de informações sobre contas falsas ou de spam.

A rede social diz que os perfis fake representam menos de 5% de sua base de 229 milhões de usuários, mas Musk diz que sua análise parcial a partir dos dados fornecidos pela companhia mostram que o número é maior.

Na segunda-feira (11), a empresa declarou que não violou nenhuma das obrigações.
A saída de Musk do negócio ocorreu três meses depois que ele chegou a um acordo com o conselho de administração do Twitter. Antes da oferta da compra, ele já tinha adquirido 9% das ações da rede social.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

Membership

An active membership is required for this action, please click on the button below to view the available plans.

pt_BRPortuguese