Desenvolvido esse ano, em Israel, o projeto Beehome usa alta tecnologia para criar Colmeias robóticas, com o objetivo de preservar a população de abelhas. A empresa por trás do projeto é a startup israelense Beewise. 

Saar Safra, CEO e cofundador da Beewise, falou sobre a motivação de seu trabalho: “Estamos perdendo colônias de abelhas a uma taxa sem precedentes em todo o mundo. Há apenas 40 anos, a taxa anual de perda de colônias era de apenas 3%. Hoje, é mais de 35%. Quando essa taxa ultrapassar 50%, o mundo não será capaz de sustentar a população de abelhas”.

O projeto Beehome configura uma colmeia robótica de precisão, visão computacional e IA (inteligência artificial). Desse modo, as abelhas são monitoradas em tempo real. 

As colméias Beewise não mudam em nada a rotina de trabalho dos apicultores, muito pelo contrário, de acordo com Saar, “Beehome fornece monitoramento 24 horas por dia, 7 dias por semana e tecnologia inteligente que aumenta significativamente a capacidade de polinização e a produção de mel; detecta ameaças a uma colônia de abelhas, como pesticidas e a presença de pragas e se defende imediatamente contra elas; responde a ameaças em tempo real e não requer intervenção humana; é regulado termicamente; protege contra incêndios, inundações e vespas asiáticas ou vespas assassinas; e fornece técnicas de alimentação aprimoradas para quando a flora não está disponível para as abelhas”.

Atualmente, a Beewise administra mais de sete bilhões de abelhas e o projeto Beehome poupou a vida de mais de 160 milhões de abelhas ao longo do último ano.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

Membership

An active membership is required for this action, please click on the button below to view the available plans.

pt_BRPortuguese