Rappi, aplicativo colombiano que reúne delivery e serviços, entra em uma nova fase no Brasil. Para comemorar os cinco anos de operação no país, a empresa lança um posicionamento atualizado. Isso inclui a assinatura: “Quem tem Rappi, tem tudo no seu tempo”. O objetivo, segundo Patricia Prates, diretora de marketing da Rappi no Brasil, é fortalecer seu protagonismo como uma marca latino-americana, além de reforçar o compromisso com o mercado nacional.

“Desde que chegou ao Brasil o Rappi tem refletido de diversas maneiras a questão do tempo, seja na agilidade, na rotina ou nos minutos da entrega. Agora, chegou a hora de olharmos essa velocidade pela perspectiva dos nossos clientes, que têm diferentes necessidades em cada região do Brasil” avalia Patrícia Prates, Diretora de Marketing da Rappi no Brasil. Um dos serviços de destaque deste momento é o Rappi Turbo, vertical presente em 13 cidades brasileiras e que já agrega mais de 1,5 mil produtos.

O processo de rebranding da marca foi feito em parceria com as agências Pavio, que foi responsável pela estratégia e linguagem verbal, e Polar, que cuidou da parte visual do projeto. Patricia Prates explica o projeto e dá uma dimensão do atual momento da operação no país.

Em entrevista à Forbes Brasil a marca se posiciona: 

Esse reposicionamento é o primeiro grande projeto desde que você assumiu como CMO? Como foi essa jornada?
Patricia Prates – Considero que o primeiro grande projeto foi o patrocínio do Super App na Seleção Brasileira, feminina e masculina, que já faz parte da estratégia do Rappi de se aproximar das paixões nacionais e continuar a construir este relacionamento com o país. Esse rebranding vem sendo desenvolvido há alguns meses e seu lançamento marca, também, o aniversário de 5 anos do Rappi no Brasil. O mais legal de estar aqui é ter a oportunidade de fazer parte de projetos inovadores em uma empresa que está cada dia mais presente na realidade dos brasileiros.

Quais os desafios estruturais de um rebranding, ou seja, de que maneira ele envolve outras estruturas da empresa além do marketing?
Patricia – Acompanhando o aniversário de 5 anos da companhia no Brasil, o Rappi está ressignificando a imagem do Super App no país com o objetivo de fortalecer seu protagonismo como uma marca latino americana, porém assumindo seu compromisso com o Brasil e a cultura brasileira. Para consolidar esse novo momento e considerar as diferenças regionais do nosso país, nossa proposta de valor passa a ser “Quem tem Rappi, tem tudo no seu tempo”. Vocês já podem ver muitas mudanças visuais e no nosso tom de voz no app, nas nossas redes sociais e nos projetos do mundial do Catar, que sairão nas próximas semanas. Com isso, deixamos de falar do tempo só como rapidez, mas também como ritmo de vida.

Qual o impacto estrutural de um reposicionamento?
Patricia – Um novo posicionamento requer mudanças de dentro para fora. Esse projeto envolveu todas as áreas da companhia e para funcionar precisamos ter uma imagem unificada, com esse novo sentimento de pertencimento, para que cada funcionário e usuário do super app se sintam parte dessa nova imagem do Rappi. Dois exemplos especiais são as verticais de Turbo e Rappi Prime. No caso de Turbo, por exemplo, está totalmente ligado à nossa nova proposta de valor – quem tem Rappi, tem tudo no seu tempo. Com entregas em até 10 minutos, o produto tem uma taxa altíssima de aprovação dos clientes, além de crescer constantemente na casa de dois dígitos. Isso nos leva também à outra parte da mensagem, que também é parte do rebranding – quem tem, não vive sem.

Do ponto de vista de negócios quais os maiores desafios atuais do Rappi
Patricia – Atualmente, o Brasil é um mercado extremamente estratégico para gente e para qualquer empresa latino-americana. Por isso, estamos, cada vez mais, olhando para o país e buscando desenvolver soluções inovadoras para solucionar o dia a dia dos nossos clientes e parceiros. Nossa missão é transformar positivamente as comunidades em que atuamos, promovendo desenvolvimento social e econômico. Queremos impulsionar o empreendedorismo na América Latina. O mercado passou por uma grande transformação durante a pandemia e agora, após a fase de isolamento, atingimos uma maturidade que nos surpreendeu. Hoje, muito se fala que o mercado não recuou para onde ele estava antes da pandemia, pois tivemos muitas alterações de hábitos, como o home office, por exemplo, e a consolidação do hábito de se pedir tudo em casa – supermercado, restaurante, farmácia. Como super app temos o desafio de conciliar o funcionamento dos três principais elos do ecossistema e, principalmente, de como casar propostas de valor para todos: os consumidores, os estabelecimentos parceiros e os entregadores. A competitividade do setor é algo imprescindível para a saúde do mercado e para que o consumidor tenha opções, e o nosso objetivo é fazer parte, cada vez mais, do desenvolvimento e amadurecimento deste mercado.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

Membership

An active membership is required for this action, please click on the button below to view the available plans.

pt_BRPortuguese