A partir de agora, quem trocar de celular pode receber uma solicitação do WhatsApp para confirmar a troca de conta no aparelho antigo. A medida é um dos recursos implementados pelo aplicativo de mensagens da Meta desde quinta-feira, com o objetivo de evitar golpes.

A transferência do número de telefone costuma ser a primeira etapa do golpe do WhatsApp clonado, em que terceiros conseguem entrar na conta do usuário.

Atualmente, é preciso inserir um código de verificação enviado por SMS na hora de efetuar um novo login. No entanto, golpistas conseguem burlar isso. A necessidade de autorização no celular anterior serve como mais uma etapa de proteção.

A empresa também atualizou a forma como o aplicativo realiza a verificação do dispositivo contra vírus. E adicionou etapas de verificação automática para evitar acesso de desconhecidos além do dono do celular.

Mas, afinal, como os novos recursos afetam o usuário? E se o celular for roubado ou perdido, como confirmar a troca?

Para responder as perguntas, o GLOBO conversou com o WhatsApp e especialistas do setor, que deram dicas de como deixar o aplicativo mais seguro. As orientações são importantes principalmente após a empresa liberar uma série de novas funcionalidades, como pagamento através de cartões de crédito no próprio aplicativo e o teste de conexão da mesma conta em até quatro dispositivos.

Preciso realizar alguma configuração para atualizar a segurança do aplicativo?

A princípio, não. Os novos mecanismos de segurança vão ocorrer de forma automática através da atualização do aplicativo. Normalmente, a atualização também é feita de forma automática, mas o usuário pode realizar manualmente através da loja do sistema operacional – Play Store ou App Store.

Perdi o celular ou tive o aparelho roubado. Como confirmo a troca no aparelho antigo?

O pedido de confirmação só será feito se o sistema do WhatsApp detectar uma tentativa de registro suspeita. Se isso acontecer e você não tiver acesso ao dispositivo antigo, é possível solicitar uma segunda senha de uso único para concluir o processo de troca de sua conta para o novo telefone. Dessa forma, você receberá a senha de uso único no seu novo telefone.

Quais outros recursos de segurança foram adicionados?

O WhatsApp também implementou verificações para autenticar a conta. Basicamente, o aplicativo utiliza um sistema de criptografia de ponta a ponta para garantir que ninguém, nem mesmo a empresa, possa ler mensagens pessoais enviadas entre usuários. No entanto, é possível que invasores instalem “vírus” nos celulares para captarem o conteúdo das conversas nos pontos finais da comunicação – os próprios dispositivos. Através das novas verificações, o acesso ao sistema fica mais seguro sem a necessidade de solicitar senhas.

Outra medida adicionada pelo mensageiro da Meta é para confirmar que a pessoa que você está falando é, de fato, aquela pessoa. Cada conversa tem um código de segurança único que é utilizado para verificar se as ligações e as mensagens na conversa são protegidas com a criptografia de ponta a ponta. Antes, essa verificação podia ser feita manualmente. Com a atualização, o próprio aplicativo verifica se uma conexão é segura e o usuário só precisa abrir a aba “Criptografia” para checar.

Posso adicionar mais recursos de segurança?

Sim. No WhatsApp, existem dois recursos que só o usuário pode ativar: a verificação de duas etapas e o uso de backups protegidos com a criptografia de ponta a ponta. Essas e outras dicas estão no guia de como configurar o celular para evitar o pior caso tenha o celular roubado ou perdido.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

Membership

An active membership is required for this action, please click on the button below to view the available plans.

pt_BRPortuguese